Blog da Twygo
Treinamento e Desenvolvimento (T&D)
Publicado 21/02/2023
Por Gabrielly

O controle de treinamentos é uma forma de garantir que as capacitações de uma empresa estão de acordo com o planejamento e trazem resultados satisfatórios.

Sem um controle de treinamentos adequado, a organização pode ter treinamentos ineficientes e desperdiçar seus investimentos de T&D.

Para evitar esse cenário, preparamos um post completo com tudo o que você precisa saber sobre controle de treinamentos:

Você pode ler na íntegra ou pular para o tópico que mais lhe interessar. Boa leitura!

O que é controle de treinamentos?

O controle de treinamentos consiste em um conjunto de ações para monitorar o andamento da capacitação e garantir o alcance dos resultados desejados.

Isso é feito com base na observação de indicadores de treinamento, que são métricas usadas para mensurar a qualidade e eficácia das capacitações de uma empresa. Esses indicadores podem ser:

  • Específicos: analisam os dados de um treinamento realizado recentemente, comparando sua performance com anteriores.
  • Gerais: mostram os efeitos de um treinamento à longo prazo na performance geral da empresa.

Veja exemplos de indicadores de treinamento a seguir.

Principais indicadores de treinamentos

São muitos os indicadores que fazem parte do controle de treinamentos, como no dashboard abaixo:

Controle de treinamentos

Veja os principais indicadores de treinamentos que você precisa conhecer: 

Taxa de adesão e de abandono

Esse indicador se refere a porcentagem de pessoas que iniciam o treinamento e permanecem nele, sem desistirem ao longo do caminho.

O número de pessoas que aderem ao treinamento está relacionado a sua divulgação. Por isso, é importante anunciar os treinamentos com antecedência nas redes de comunicação da empresa.

Já a desistência pode ser causada por diversos fatores, como uma didática ineficiente ou formato de conteúdo que não engaja o público-alvo.

Controle-de-treinamentos

Tempo médio de treinamento por pessoa

Contabilizar quantas horas de treinamento foram realizadas por colaborador ajuda a medir o desempenho individual de cada um e o custos por hora do treinamento.

Isso também contribui para uma visão geral do progresso dos colaboradores e pode identificar lacunas no treinamento.

Controle-de-treinamentos

Afinal, se vários colaboradores ficam muito tempo em uma só etapa, é possível que o conteúdo ou o formato daquele módulo precise ser melhorado.

Reação dos participantes

Após aplicar o treinamento, é fundamental estabelecer meios de comunicação para que os colaboradores possam comunicar suas impressões.

Ao avaliar esses dados, é possível identificar como está a qualidade da capacitação e quais foram os conteúdos que mais trouxeram engajamento.

Controle-de-treinamentos

Além disso, ouvir a opinião dos colaboradores faz com que eles se sintam valorizados, o que aumenta sua motivação.  

Investimento total no treinamento

A capacitação ideal é aquela que tem baixo custo e resultados satisfatórios.

Para alcançar esse cenário, é preciso acompanhar de perto o valor investido no treinamento e o retorno financeiro que ele gera.

Isso geralmente é feito pelo cálculo do ROI de treinamento, que consiste em subtrair o custo do treinamento do lucro gerado por ele. Depois, deve-se dividir esse resultado pelo custo do treinamento.

Se o resultado do cálculo estiver acima de 1, o ROI é positivo e o treinamento pode ser considerado bem-sucedido.

Além dos indicadores apresentados, existem vários outros que contribuem para o controle de treinamentos. Clique abaixo para conferir um infográfico gratuito!

11 indicadores de treinamento

Agora que você conhece os principais indicadores a serem analisados, veja dicas para fazer o controle de treinamento.  

3 dicas para fazer controle de treinamentos

  1. Estabeleça metas
    Só é possível avaliar se um treinamento está sendo bem-sucedido se tivermos ideia de onde queremos chegar.

    • Por isso, é fundamental estabelecer metas de treinamentos, respondendo perguntas como:
    • Quantos colaboradores a empresa pretende capacitar?
    • Em quanto tempo?
    • Qual lucro se espera gerar pelas capacitações?

    Uma dica para criar metas de treinamento alcançáveis é utilizar o método SMART. Veja abaixo:

    Como usar metas SMART no controle de treinamentos

    Dessa forma, você terá direcionamento na hora de avaliar os indicadores de treinamento.  

  2. Utilize uma plataforma LMS

    As plataformas LMS tornam o controle de treinamentos mais fácil porque, além de possibilitarem a aplicação do treinamento virtual, apresentam indicadores organizados e automáticos.

    Dessa forma, o acompanhamento dos números se torna mais prático e a empresa economiza muito em relação aos treinamentos presenciais, que despendem gastos com locação, transporte, material físico, etc.

  3. Avalie resultados

    Após a aplicação do treinamento, é hora de mensurar os resultados dos colaboradores e ter um feedback da capacitação. Isso pode ser feito por meio da:

    Essas avaliações têm focos diferentes, mas possuem o comum objetivo de medir a eficiência do treinamento e identificar possível falhas para que sejam melhoradas.

 

Dica extra: Acompanhe indicadores de forma prática com o Twygo

O Twygo é uma plataforma LMS que possui um dashboard de indicadores completo.

Na visão do administrador, é possível acompanhar indicadores como:

  • Número de matrículas;
  • Certificados emitidos;
  • Carga horária cumprida;
  • Taxa de progresso;
  • Questionários realizados.

Já na visão do colaborador, é possível que ele veja o ranking de usuários com melhores pontuações no treinamento, uma estratégia de gamificação para deixá-lo mais engajado.

Ficou interessado? Clique no banner abaixo e conheça melhor a plataforma!

Demonstração gravada CTA Twygo

Conheça o LMS da Twygo

Desenvolva seu ambiente de treinamentos e cursos no mesmo dia. Crie sua conta e comece grátis!